Governo polonês adota política energética para 2040 e inclui o hidrogênio

A recente adoção da política energética polonesa de 2040 é um marco na direção da futura neutralidade climática. Ela estabelece uma visão clara da estratégia de transição energética de baixa e zero emissões. Portanto, ao tratar da inclusão do hidrogênio, para o desenvolvimento e recuperação na economia da Polônia decorrente ao COVID-19, o hidrogênio deve ser produzido a partir de todas as fontes possíveis, e com o passar do tempo, menores quantidade de combustíveis fósseis serão utilizadas. Sendo assim, é notório que o papel do hidrogênio para a Polônia vai além da descarbonização e da diversificação energética, mas também o favorecimento econômico. O hidrogênio apoiará a transição energética em três áreas prioritárias: energia e aquecimento, transporte e indústria. Além de tratar da produção e distribuição de hidrogênio, o país vê a necessidade de criar uma estrutura regulatória estável para o mercado futuro. O maior foco do país será no âmbito da mobilidade, pois precisa incentivar a recuperação econômica com uma certa urgência e a mobilidade via hidrogênio, aparentemente, trará um ganho mais rápido que as outras áreas. (Euractiv – 12.01.2021)

Para ler a notícia na íntegra, clique abaixo: