MME inicia elaboração das diretrizes para o Programa Nacional de Hidrogênio

O Ministério de Minas e Energia (MME) iniciou estudo para a elaboração das diretrizes do Programa Nacional de Hidrogênio. O estudo deverá ser realizado em 60 dias, juntamente ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), com o apoio técnico da Empresa de Pesquisa Energética (EPE). A determinação é do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), de acordo com a Resolução nº6/21, publicada na segunda-feira (17). As diretrizes deverão levar em consideração o desenvolvimento do mercado de hidrogênio no Brasil e a inclusão como um dos temas prioritários, uma vez que é um relevante vetor energético para uma matriz de baixo carbono, para investimentos em pesquisa e inovação. Também deverá apreender o interesse na cooperação internacional para o desenvolvimento tecnológico e de mercado para a produção energética do hidrogênio. Além disso, outras questões devem ser consideradas, como a diversidade de fontes de energia disponíveis, as tecnologias associadas ao vetor energético desenvolvidas e em desenvolvimento no país, diversidade de aplicação do hidrogênio na economia, potencial de demanda interna e para exportação no contexto da transição energética. Acesse aqui a Resolução nº6/21. (MME – 17.05.2021)