América Latina: Siemens Energy pretende desenvolver o hidrogênio verde na região

Enquanto na Europa a quantidade de recursos é insuficiente para conseguir produzir o hidrogênio verde (H2V) em larga escala, e assim suprir todo o consumo industrial, a América Latina possui abundância de recursos naturais para produzir o hidrogênio verde em um nível mais que suficiente. Nesse sentido, visando o potencial da região, a Siemens Energy está migrando seu foco de H2V da Europa para a América Latina. A empresa já analisa aplicar projetos em países como o Chile e a Colômbia, devido aos potenciais de produção renovável dos dois países, enquanto no Brasil, a empresa já está atuando sobretudo na aplicação do hidrogênio em processos industriais, como no setor químico. Dando um foco maior na relação da empresa com o Brasil, com a qual o país possui diversos projetos instalados, o projeto em parceria com a Braskem é um dos principais e prevê a instalação de uma unidade de cogeração movida a gás residual de processo com alto teor de hidrogênio. (Valor Econômico – 18.06.2021)